Design

Design na Permacultura

A Permacultura foi desenvolvida no começo dos anos 70 pelos australianos Bill Mollison e David Holmgren. É a arte do design aplicado como uma síntese das culturas ancestrais com os conhecimentos da ciência moderna. Sua origem está na agricultura de permanência. Sua essência está no design de sistemas sustentáveis para suportarem as necessidades das comunidades humanas de forma harmônica e ecológica, a partir de uma ética de cuidado com a vida em todas as suas formas.

Desde o princípio a Permacultura foi difundida na Austrália, como uma forma não convencional de produzir nossas necessidades. Considerando que, naquela época, a agricultura de escala industrial já apresentava sinais de decadência e exaustão da terra naquele país,  existe aí uma lição histórica. Hoje podemos  ver sinais de degradação ambiental e perda de recursos naturais irrecuperáveis em quase todos os ambientes onde a agricultura convencional tem sido praticada. Assim também é a situação do Brasil.

Desde então os inúmeros exemplos de sucesso na aplicação da Permacultura nos mais diversos climas e culturas tem provado que o design bem aplicado traz uma solução viável, não somente para a Austrália, mas para todo o Planeta. Os conceitos da agricultura de permanência começaram a ser expandidos para uma proposta de cultura permanente, incluindo os aspectos sociais, econômicos e sanitários no contexto de design integral. Assim a Permacultura passou a ser  uma verdadeira disciplina holística de organização de sistemas.

Hoje, existem institutos de Permacultura e empreendimentos de design permacultural em todos os continentes. Muitos grupos de ação em vários países, como o Brasil, vem adotando a Permacultura como metodologia e movimento para o desenvolvimento rural e urbano. Até mesmo escolas de todos os níveis, como a Escola Pireneus (em Pirenópolis) estão incluindo a Permacultura no fundamento do currículo básico.

DSC_0167_2

Design ou Desenho?

Nesse contexto, a tradução da palavra design é muito mais do que desenho. Design determinação de desígnio ou destino. É a observação imparcial transferida para planeamento consciente. O design considera todas as influências e os inter-relacionamentos que ocorrem entre os elementos de um sistema, sejam estes organismos, estruturas, edificações, tecnologias ou estratégias.

Os resultados de um design permacultural devem incluir:

DSC03247•estratégias para a utilização da água, da terra e de todos os recursos sem desperdício ou poluição.

•sistemas estabelecidos para a produção de alimento saudável, possivelmente com excedente a ser incluído no ciclo bioregional de prosperidade.

•restauração de paisagens degradadas, eliminação da erosão e outros processos degenerativos resultando na preservação de espécies e habitats.

•integração das pessoas e dos organismos vivos em um ambiente de interação e produtividade dentro de ciclos naturais.

•mínimo consumo e máxima troca de energia.

•captação, armazenamento e transferência de água, energia e nutrientes em todo o espaço ocupado.

cacheImage (11)Em quase meio século de existência a Permacultura passou por todos os climas e territórios do planeta. Apareceu em todas as diferentes formas de organização social e política. Manifestou-se em quase todas as estruturas econômicas como uma visão de abundância e liberdade sobre o problema da escassez controlada.  Hoje continua sendo uma proposta tão atual quanto foi no princípio. Em um planeta limitado, que apresenta sinais alarmantes de exaustão e colapso ambiental, social e econômico a Permacultura traz um fio lógico de esperança na possibilidade de permanência humana sustentável neste mundo.  

por Andre Soares

 

main logo