4 Estratégias para enriquecer junto com a sua comunidade

permaculture Design

Hoje me peguei relembrando do primeiro PDC em 1994, em Tyalgum na Austrália, onde Bill Mollison desenvolvia o Instituto de Permacultura como referência internacional. Desde o primeiro momento fiquei encantado com o lugar. O trabalho feito na construção de um complexo sistema de coleta e distribuição de águas e a agrofloresta com mais de 800 espécies alimentares me deixaram perplexo. As idéias e as possibilidades de construir um sistema vivo auto regulado, em qualquer clima, e com mínimas necessidades de manutenção, me levaram imediatamente para o mundo dos sonhos. Independência, liberdade e autonomia entravam na minha vida como possibilidades reais.

Como a Permacultura começou para mim?

Bill Mollison com minha Familia

Bill Mollison com a família no Ipec 2008

Em 1994 eu já estava na Austrália há quatro anos, e estava começando uma família, saindo de um Brazil de final de ditadura militar, e ainda estava sofria do choque cultural de chegar em um país desenvolvido com apenas um século e meio de colonização e com uma cultura indígena de, no mínimo, 45 mil anos. As similaridades entre meu país de origem e esta nova terra me levavam a flutuar na imaginação de uma cultura global sustentável.

Quando meu grupo de design apresentou o TCC, uma proposta de sítio sustentável para uma família dentro da área do instituto, não contive meu entusiasmo. Desenhei um mapa apressado da Terra de Gondwana, quando América do Sul, Antártida e Oceania eram um só continente, e afirmei em bom tom: “vou fazer uma ponte entre o Brasil e a Austrália”.

A paixão do principiante estava ali. O sonho, afirmado em compromisso com meu mentor e com uma turma de 70 australianos, era reproduzir tudo que eu havia visto em um centro de referência no Brasil. Mais tarde, em outros PDCs, este sonho cresceu com a visão do Ecocentro como embrião de uma ecovila.

O princípio permacultural da oportunidade cíclica

Estabelece que eventos cíclicos são oportunidades no tempo. Ciclos são desvios da entropia. Cada evento ou componente dentro de um ciclo aumenta a produtividade de um sistema. Ciclos são a terra natal da vida. Onde a vida acontece, acontece em ciclos.

Você já ouviu a expressão “dinheiro deve circular”? O princípio da desordem afirma que qualquer recurso acumulado além das necessidades de um sistema resulta em poluição. Isto é real para qualquer recurso, água, alimento, materiais, esterco e até mesmo o dinheiro. Tudo deve circular em benefício da vida.

Quando dinheiro é guardado com o fim único de acumulação ele gera caos, guerra e miséria. O pensamento do garimpeiro, aquele que compete, explora e retira recurso sem retornar benefício a Terra está na raiz deste mal, não é exclusivo daquele que vive escondido esburacando a terra e contaminando os rios. O pensamento garimpeiro está em toda atividade exploratória.TCC Permacultura Design

A boa notícia é que a natureza, ou a riqueza biológica não precisa ser destruída para gerar riqueza econômica. De fato, a riqueza econômica real, medida pela estabilidade das sociedades, pode ser obtida pelo trabalho humano simples, em harmonia com seu ambiente, restabelecendo ciclos naturais que sustentem esta população humana de forma equilibrada.

Porque os solos tropicais são geralmente pobres enquanto que as florestas tem mega-diversidade?

A diversidade de interações entre espécies nos climas tropicais é inteiramente relacionada com os fluxos de água e nutrientes em constante movimento. A riqueza da Amazônia está nos ciclos presentes entre os organismos vivos e a matéria orgânica. Se a floresta for removida, ou substituída por sistemas de funcionamento linear, como as pastagens exóticas ou a monocultura da soja, o futuro será inevitavelmente um deserto.

Design para água Permacultura

Design da Água para uma comunidade em Braslândia-DF 2000

Solos tropicais não passam pelo inverno frio e não tem a fertilidade para sustentar monoculturas de cultivo. A fertilidade está na biomassa viva, nas dezenas de milhares de espécies de árvores, ervas e insetos que mantém tudo em circulação.

Aqui estão quatro estratégias multi-dimensionais para incrementar os ciclos de vida e riqueza na sua vida. Aplique-as onde estiver e a prosperidade seguirá em ciclos.

1. Armazene água

Água é dinheiro. E vale muito mais do que você paga por ela. Observe o terreno a sua volta, seu quintal, sua casa. Onde você está perdendo água? Seu telhado manda água embora? Trabalhe para eliminar todo o desperdício de água. Mesmo a água que já foi utilizada pode ser reciclada no local ajudando a fertilizar as plantas.

TCC água Permacultura

Este TCC mostra um bom plano para água

Se você mora na cidade traga tudo para a escala da sua realidade. Aprenda a construir com ferro-cimento e faça tanques para armazenar a chuva. Se tiver espaço, faça laguinhos e coloque peixes para não criar mosquito. Mas não deixe a paranóia pegar você. Água é essencial em todo lugar. É só guardar bem. Guarde água em recipientes cobertos e use regularmente para regar sua horta. Descubra mais sobre a aquicultura urbana (próximos artigos).

Em propriedades maiores planeje para cobrir com água de 12% a 20% da superfície. A água é o solvente natural que vai distribuir nutrientes e atrair animais para trabalharem no campo para você. Novos microclimas surgirão com a presença de água em lugares que antes estavam secos. É como descobrir uma poupança que você não sabia que tinha. É a economia da vovó Terra que te traz retorno todos os dias.

2. Construa solo

Sanitario Seco no Ecocentro Ipec

Sanitários Compostáveis são fábricas de solo

Acumule matéria orgânica e facilite a compostagem de tudo que já foi vivo. No mínimo a metade do seu lixo é orgânico. Papelão, jornais, cadernos, cascas de ovos, frutos e vegetais, grama cortada, folhas secas e todos os restos de alimento são a base do ciclo de nutrientes que te alimenta. Portanto, se você permite o uso linear destes materiais jogando tudo que sobra no lixo para ser enterrado junto com os plásticos não se queixe do preço da comida.

Erosão é a mesma coisa que cartão de crédito clonado. Se você não estanca a erosão acontecendo na sua terra melhor vender para quem vai trabalhar pra isso. A erosão elimina suas possibilidades econômicas como um ladrão que volta sempre que chove.

3. Estabeleça corredores agroflorestais

Em qualquer clima e em qualquer situação corredores florestais só trazem benefícios. Os ciclos da água e dos nutrientes precisam de florestas para se estabilizarem, e a forma mais rápida de estabelecer uma floresta é em corredores.

PONTE DO IPECA floresta trabalha para você de muitas formas sem cobrar nada. As árvores são suas melhores sócias. Enquanto as leguminosas fixam Nitrogênio no solo as outras atraem abelhas e insetos benéficos para polinizarem as flores e frutificarem, trazendo animais silvestres que vão ajudar no transporte de tudo e na circulação dos produtos intrínsecos a todas as florestas. Madeira, frutas, sementes, fibras, corantes, óleos essenciais, medicina. Tudo vem da floresta e pode estar ao seu alcance.

Na cidade e no campo a melhor forma de economizar é não gastar. Repense sobre seus hábitos de consumo e mude.

Corredores florestados podem cumprir inúmeras funções. Parques lineares podem conectar subúrbios com caminhos e ciclovias na sombra. Com o design consciente quebraventos florestados modificam áreas de difícil aproveitamento.

4. Empreenda Socialmente

Esta estratégia é diretamente relacionada com o mercado. Planeje para um excedente e para a partilha deste. Introduza a produtividade inteligente selecionando culturas de maior valor social e econômico.

baunilha Permacultura

Você sabe quanto vale a baunilha?

A Permacultura insiste na produção intensiva, ou seja, maior diversidade por unidade de espaço. Ervas culinárias, cogumelos, óleos essenciais, medicinais e alimentos são apenas algumas das oportunidades para processar e acrescentar valor.

Organize-se com sua vizinhança. Identifique os vazamentos energéticos. Identifique as oportunidades de produção e economia coletiva. Contratos diretos entre produtores e consumidores podem ser estabelecidos com pouca conversa. Equipamento pode ser partilhado para benefício e economia de todos.

Nestas décadas de trabalho tenho visto muitas diferentes interpretações e aplicações da Permacultura e hoje vejo que existe uma evolução do pensamento comum aos diferentes estágios de crescimento dos designers.  A paixão do princípio é a energia essencial que vai levar o permacultor a frente, mesmo com pouca experiência e com objetivos ainda indefinidos. Aos poucos o permacultor responde aos desafios de design como se a Permacultura fosse um conjunto de receitas ou técnicas de dimensões limitadas, reduzida  ao zoneamento e a setorização no plano diretor.

Com o tempo e com a perseverança na implementação de muitos projetos o permacultor adquire experiência e passa a utilizar toda a complexidade da Permacultura, aliando estratégias multidimensionais aos princípios testados e validados pela prática.

Seja qual for o estágio em que você se encontra, o importante é continuar.

Autor: Andre Soares

 

9 comentários em “4 Estratégias para enriquecer junto com a sua comunidade

    1. Andreia Carvalho Estrella

      André, que alegria poder ler todo esse conteúdo que se encontra em sua mente, coração e em tantos anos de experiência. São reflexões que regam a aridez destes tempos tão secos. Muito Obrigada!!

      Curtir

  1. Marcos

    Maravilha André. Seus textos são ótimos. Diretos e inteligentes. Só tenho a agradecer por tantos anos de privilégio por ter o IPEC como referência e fonte de inspiração.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Marcos

    Maravilha André. Seus textos são ótimos. Diretos e inteligentes. Só tenho a agradecer por tantos anos de privilégio por ter o IPEC como referência e fonte de inspiração.

    Curtir

  3. Marcos

    Maravilha André. Seus textos são ótimos. Diretos e inteligentes. Só tenho a agradecer por tantos anos de privilégio por ter o IPEC como referência e fonte de inspiração.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s