9 ervas medicinais para manter em seu jardim

Por milhares de anos as pessoas usam as plantas para curar e embelezar. Em todo o mundo as populações indígenas desenvolveram conhecimento através da observação e experimentação com plantas. Historicamente, as mulheres em particular, foram as responsáveis pela coleta dos alimentos e das ervas para administrar a medicina e cuidar dos feridos e doentes. Hoje em dia as ervas medicinais são valorizadas por todos.

Estas nove espécies podem ser produzidas facilmente em um pequeno espaço do jardim, e com elas você pode produzir infusões ou tinturas que lhe ajudarão a manter a saúde da sua família.

rosemary-123261_1280Alecrim (Rosmarinus officinalis) é uma planta perene que rebrota rapidamente quando podada. Nativa do mediterrâneo, portanto gosta de manter suas raízes bem drenadas. Problemas com apodrecimento das raízes podem ocorrer se a drenagem for precária. Posicione o alecrim no topo da espiral de ervas. Ele tem a reputação de melhorar a memória, ajuda a aliviar dores musculares, ajuda o sistema imunológico e circulatório e promove o crescimento capilar.

mugwort-170811_1280Artemísia (Artemisia vulgaris) adora sol e o solo seco. Plante as sementes ou repique os brotos. A Artemísia era conhecida como mãe de todas as ervas. Suas folhas prateadas ficam lindas quando refletem a luz da lua.A Artemísia tem sido usada para abrir o apetite, aliviar o estômago, tratar a febre, depressão e dores musculares. Ajuda também com a conservação da memória e em tratamentos para infecções de vermes.

aloe-vera-262718_1280Babosa (aloe vera) adora o sol. A propagação ocorre removendo os brotos. Plante-a em solo bem drenado. A Babosa também pode ser cultivada dentro de casa. Era um dos segredos da beleza de Cleópatra. Sua seiva fresca cura as alterações na pele e alivia as queimaduras do sol.

Permacultura na mesa

Confrei (Symphytum officinale). O título de “planta milagrosa” do confrei vem de suas múltiplas utilidades. Quando plantar, simplesmente remova uma planta madura e separe as raízes. Replante cada uma em solo bem drenado. O Confrei é conhecido, desde a idade média, como agente curativo de fraturas. A folha contém pequenas quantidades de cálcio, potássio, fósforo, vitaminas A C e B12.   As folhas podem ser utilizadas para compressas e ungüentos, e são aplicadas externamente em contusões, varizes e tendões.

lavender-1582951_1920Lavanda (Lavandula angustifolia). A Lavanda é uma das plantas mais valorizadas por seu valor medicinal. No jardim, gosta de uma posição ensolarada ou onde esteja exposta ao sol por uma boa parte do dia.É um excelente antiséptico com propriedades anestésicas. Usada também como ansiolítico e no tratamento de insônia, depressão e nervosismo. A tintura é feita das flores frescas ou desidratadas.

mil folhas1Mil folhas (Achillea millefolium) Tolera bem a sombra. Divida as raízes e plante-as em solo rico e úmido.  A Mil folhas é uma potente planta medicinal. Acredita-se que o nome científico Achillea originou-se da batalha de Tróia, quando Aquiles curou muitos de seus guerreiros pois sabia sobre o poder da Mil folhas de estancar hemorragias. É usada para cólicas estomacais, cistite, artrite e reumatismo. Também foi usada na China para auxiliar nas previsões do futuro.

parsley-246557_1280Salsa (Petroselinum crispum) Precisa de água regularmente. Deixe as sementes imersas na água durante a noite e então plante em solo rico e úmido. A salsa é bienal. Colha as folhas externas primeiro. Os romanos foram os primeiros a descobrir o valor medicinal e sua utilidade como tempero. Acredita-se que pode reduzir o risco de câncer de mama, do aparelho digestivo, da pele e da próstata. A Salsa contém altos níveis de flavonoides to tipo Apigenina, de onde vêm as propriedades ante-câncerígenas. Também é um potente anti-inflamatório e anti-oxidante.

ladybug-1428899_1280Sálvia (Salvia officinalis) A Sálvia e uma das mais sagradas e adoradas dentre todas as plantas medicinais. Os nativos americanos utilizam a Sálvia para purificar o ar e abrir caminho para o Grande Espírito. Na Europa, as mulheres bebem a Sálvia para obter longevidade. Também era colocada sobre a porta para barrar a entrada dos maus espíritos. Sálvia brota facilmente de sementes. Gosta de solo bem drenado. Desbastes fazem a planta crescer mais densa.

flora-green-leaf-40742Urtiga (Urtica dioica) é uma erva encontrada em muitos jardins. Os indígenas sul americanos, os sábios da Índia e muitos outros sabem que para cada enfermidade humana existe alguma erva de cura. Os poderes medicinais desta planta são muitos. Os Romanos a usavam como pomada para aquecer o corpo. Cuidado! É um tratamento doloroso.  As partes aéreas são usadas em chás para remoção do ácido úrico do corpo, aliviando as dores da artrite. As folhas, ricas em nutrientes, podem ser incluídas no biofertilizante. A Urtiga é geralmente encontrada no campo e pode ser colhida selvagem. Usando um par de luvas, apanhe os primeiros dois ou três pares de folhas no topo da planta. Cuidadosamente coloque em uma bolsa para transportar.

Infusão

Uma infusão é quando você mergulha as partes da planta em água quente ou óleo para extrair suas propriedades benéficas. Um exemplo de infusão são os chás de ervas, consumidos regularmente por muita gente.

background-beverage-break-958165Para fazer infusões com ervas, coloca-se as partes da planta a serem utilizadas em um recipiente e derrama-se água fervente. Tampe o recipiente, deixe a temperatura baixar um pouco, passe em um coador e está pronta a infusão.

Tintura

IMG_4663.jpgA tintura é um concentrado líquido de extrato de ervas. É feito tipicamente mergulhando a planta em álcool por vários dias para extrair seus benefícios. As tinturas são fáceis de fazer.

Receita geral para tinturas

  • Ervas escolhidas
  • Vodka (40%) em garrafa de vidro. Não use plástico.
  • 1 vidro grande
  • Pano de algodão
  • Garrafa escura

Como fazer:

Encha o vidro com as partes da planta escolhida.

  1. Acrescente a vodka até cobrir por completo as ervas. Se estiver usando ervas secas acrescente mais vodka com o tempo, pois o nível baixará.
  2. Feche bem o vidro.
  3. Faça um rótulo com a data e o % de álcool e notas sobre as ervas.
  4. Agite o vidro uma vez ao dia por um mês.
  5. Após um mês passe tudo pelo pano coador para remover todos os sólidos e guarde na garrafa escura.

Antes de usar uma tintura considere:

Possíveis interações com medicamentos que estão sendo usados. Lembre-se que muitos medicamentos são extraídos de plantas e podem interagir negativamente entre si.

Possíveis reações alérgicas. Ao fazer uma tintura em casa, não esqueça que algumas plantas possuem partes que podem ser tóxicas aos seres humanos. Consulte sempre uma pessoa com mais experiência e conhecimento no assunto. Use o bom senso. Nunca utilize plantas que foram produzidas com agrotóxicos.

52396250_10156992581779347_7672500698214301696_o-1.jpg

PDC – Permacultura e Design 

 

 

 

 

 

 

 

Um comentário em “9 ervas medicinais para manter em seu jardim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s