Flowforms – dinamizar a sua água

Eu me apaixonei pelos flowforms pela primeira vez quando visitei o Centre of Alternative Technology  no País de Gales.  Flowforms são peças lindas em qualquer jardim. Mas não é só a beleza que lhes dá valor, pois enquanto movimentam a água em lindos padrões contribuem para a limpeza e oxigenação do laguinho. A forma foi especificamente desenhada para dinamizar a água com circulação e aeração do ambiente aquático.  desta forma incrementando a qualidade da água para os peixes e outras formas de vida aquática, garantindo um ecossistema equilibrado.

4/09/2008
Flowforms limpando a água no CAT – País de Gales

Pequenos espelhos d´água são otimos elementos paisagísticos, e outrora já foram uma característica comum nas paisagens ao redor do mundo. Infelizmente nas últimas décadas passamos por uma tendência ao medo de doenças e insetos e muitos laguinhos foram eliminados dos jardins.

Ainda assim, a discussão sobre o uso ambiental, sustentável e amigável da água, em grande e pequena escala, continua intensa.

Desde que bem manejados os lagos podem ser muito seguros, além de executarem um importante papel para o equilíbrio do ambiente. Mesmo em pequenos volumes, os espelhos d´água podem sustentar uma grande diversidade de formas de vida.

Quando a poluição de um lago ocorre, muitos ecossistemas frágeis são quebrados. Entretanto, outros ecossistemas mais resistentes proliferam na tentativa de restaurar o equilíbrio perdido.

Um dinamizador nada mais é que uma escultura original – metade arte, metade tecnologia – apresentando uma inspiradora combinação de beleza e ciência ecológica.

din (1).jpgAs peças simulam os redemoinhos e vórtices de um córrego de montanha, permitindo a reoxigenação da água. O dinamizador revitaliza e rejuvenesce a água, permitindo que retorne ao seu estado mais puro.

As pequenas quedas no desenho são projetadas para criar turbulência, reproduzindo assim um processo natural de maneira controlada.

Os dinamizadores apareceram nos anos 60, a partir do trabalho de Theodore Schwenk, George Adams e John Wilkes. Eles perceberam que o segredo da vitalidade da água está em seu movimento rítmico. O estudo foi baseado nas teorias de Rudolf Steiner, demostrando o ritmo como um tipo de ponte entre o mundo sensitivo e supra sensitivo.

KUGX
Flowforms feitos pelo Ecocentro IPEC para escola em Araçuai – MG

Testes realizados na Holanda mostraram que a água tratada ritmicamente suporta mais micro-organismos, o que de maneira natural e delicada evita o desperdício. O potencial dos dinamizadores está sendo reconhecido em todo o mundo, e já foram incorporados em muitos diferentes sistemas de tratamento de efluentes.

Não existe nenhuma fórmula específica para criar um dinamizador. Formas diferentes geram ritmos diversos. Todos realçam o fluxo e os ritmos que ocorrem naturalmente na água.

Em espelhos d´água são necessárias pequenas bombas de elevação para fazer com que a água circule continuamente pelo dinamizador. Eles também podem fazer parte da paisagem de um jardim urbano ou rural, garantindo assim o sono tranqüilo ao som de uma cascata rítmica.

Se você colocar plantas ao redor do seu dinamizador criará um bonito local para relaxar e perceberá as fascinantes qualidades de possuir, em casa, uma água com vida.

1
Flowforms na entrada do Ecocentro IPEC

PDC – 24 Março a 1 de Abril 2018

Fonte: Soluções Sustentáveis: Uso da Água na Permacultura, Lucia Legan 2007

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s