Como um monte de palha vira uma bela cabana

No Ecocentro IPEC fizemos uma linda casinha com a fusão de fardos do palha, super adobe e cob. Hoje esta mini casa já tem mais de dez anos e é perfeita para um casal. A sala e cozinha são abertos ao jardim,  trazendo o ambiente natural do Cerrado para dentro da vida diária. Com o tempo e com o uso este pequeno refúgio ficou na memória coletiva do ecocentro,  conhecida como a casinha das fadas.

O uso de fardos de palha não é novidade na construção civil.  A palha tem sido utilizada em habitações em todos os continentes. É usada como material impermeável em coberturas e também como elemento estrutural importante em diversos tipos de taipas. A construção de paredes auto-portantes de fardos de palha rebocados com barro surgiu como nascem a maioria das invenções práticas: a partir da necessidade, em face à escassez de materiais.

No Século XIX, nas planícies do estado de Nebraska, os imigrantes pioneiros não conseguiam encontrar madeira suficiente, e o curto verão não permitia fazer adobes secos antes da chegada do inverno rigoroso. A palha que restava da agricultura de verão era empacotada em fardos, tornando-se um material promissor para as necessidades de abrigo e estrutura. Fardos são, afinal, blocos compactados de palha que podem ser alinhados cuidadosamente, formando paredes de excelente qualidade térmica. Assim surgiu a construção com fardos de palha autoportantes, conhecida como  estilo “Nebraska”.

O uso desta técnica cresceu proporcionalmente a mecanização da agricultura. Antes como um método emergencial, hoje com aceitação ampla nos meios mais elitizados da arquitetura norte-americana. Desde que usado com critério, o fardo de palha proporciona uma estrutura durável e aconchegante. Diversos construtores especializados na técnica anunciam seus serviços, e empresas especializadas oferecem uma gama imensa de produtos para faciliar o seu uso. Em climas tropicais como o nosso é importante tomar cuidados especiais para impedir a entrada de insetos que se alimentam da palha enquanto esta estiver exposta.

Dicas da tecnologia

A natureza deste material confunde os mais céticos pois sua aparência externa é flexível e não parece ter resistência para suportar as cargas que serão impostas. No entanto, ao remover alguns centímetros da camada externa de um fardo verificamos que seu interior é altamente comprimido e pode até mesmo receber pinos ou pregos longos para suportar elementos pendurados na parede.

Fotos BC 2004 - 476_1O fardo de palha é utilizado basicamente de duas maneiras: em paredes auto-portantes tensionadas (Nebraska) com embosso e reboco reforçado, ou em paredes de vedação com uma estrutura independente de vigas e pilotis.

Em construções que utilizam um “esqueleto” de madeira, alvenaria ou metal, os fardos servem como uma vedação isolante, dispensando a necessidade de tencionamento vertical. Estes são dispostos de maneira alternada até fecharem toda a extensão desejada utilizando um reforço externo de ripas ou bambu. O muro de fardos deve ser rapidamente empossado com uma massa natural que permita respirar.

Pontos Fundamentais do Processo

O fardo

Fardos de palha podem ser manufaturados em máquinas manuais ou em enfardadeiras mecânicas acopladas a um trator. O essencial é que o fardo seja muito bem comprimido, evitando bolsas de ar em seu interior, pois insetos podem usar estas bolhas de ar para se alojarem e se reproduzirem, o que comprometeria a durabilidade do produto final. Normalmente, ajusta-se uma máquina enfardadeira para uma pressão máxima, sem que os fardos percam sua forma quadrilátera. A pressão mínima aceita para um fardo a ser utilizado na construção é de 90 psi.

Não se deve utilizar fardos que tenham sido armazenados. Devem estar bem secos apresentar coloração dourada. Para verificar se um fardo está bom para ser usado em construção faça primeiro uma inspeção visual. Procure por manchas de fungos ou  apodrecimento. Nenhum material estranho foi incluído por acidente? Não foi encharcado anteriormente?

Levante o fardo pelos tirantes (barbantes que fazem a amarração). Se ele não se curvar ao ser levantado e os tirantes permanecerem firmes é sinal de um bom fardo com boa compressão.

Assentamento

Como em paredes de blocos ou tijolos, os fardos devem ser assentados na sua base mais larga e em fiadas alternadas, para facilitar a amarração.

Construções de fardo de palha consistem basicamente em fiadas de fardos amarrados entre si,  dispostos sobre uma fundação que não permita a subida de umidade.  É preciso tomar cuidado em todas as etapas de construção para evitar que  à umidade da chuva alcance o interior dos fardos. Umidade, ar e matéria orgânica são os ingredientes para a DECOMPOSIÇÃO!

Apodrecimento

Embora a palha seja um material orgânico e com alto teor de carbono é necessária bastante umidade durante um longo tempo para que a decomposição aconteça. Portanto, é vital que durante o processo de construção os fardos estejam sempre secos e nunca sejam expostos a chuva direta. Fardos que tenham apanhado chuva devem ser descartados.

O design também deve utilizar todas as medidas disponíveis para evitar a infiltração de água no interior das paredes. As fundações devem ser elevadas um mínimo 20 cm acima do terreno. Os beirais devem ser largos e, o reboco deve permitir a transpiração da parede.

Acabamentos impermeáveis não são aconselhados pois evitam que a umidade natural da palha evapore, criando condições para a decomposição.  Por esta razão o estilo Nebraska não é recomendado em regiões úmidas. O uso de uma estrutura de madeira independente é necessário nestes locais.

A chuva que incide sobre a parede não é causa para grande preocupação, desde que esta possa evaporar assim que o clima estiver mais seco.

Pontos fortes

• Redução do uso de madeira e metal na obra. As paredes sobem rapidamente.

• Uso de material renovável resíduo da agricultura.

• Isolamento térmico de alto valor (superior a materiais industrializados)

Pontos fracos

• Necessita de isolamento contra umidade.

• Pode ser difícil encontrar fardos com a fibra e a resistência ideal no Brasil

• A fase de aplicação do reboco pode ser demorada, exigindo até 4 camadas.

Venha para o BioTerra   onde você vai aprender as artes da construção com o barro, o material mais aplicado em habitações no mundo. O Ecocentro IPEC oferece este  curso  desde 1999.

cacheImage.php.png

78366759Andre Soares (2007) Soluções Sustentáveis: Construção Natural,  Mais Calango Editora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s