Criando uma Zona 5 na sua Permacultura

As plantas e animais silvestres têm inspirado escritores, artistas, músicos e amantes da natureza por muitos séculos. A criação de um jardim silvestre, que imite a natureza, não é uma idéia nova. flowers-164754_1280No século XVIII o jardineiro Richard Payne Knight se rebelou contra a norma vigente de estabelecer jardins formais e criou lindos jardins silvestres. Mesmo nos cantinhos menores e até em zonas urbanas, uma “área selvagem” (zona 5) pode ser introduzida. Esta área pode ser um refúgio para pássaros e outros animais, e a sua criação pode incluir a produção de alimento, armazenamento de água e habitat para que as espécies se reproduzam.

O Brasil é um dos países mais ricos em biodiversidade do planeta. Esta riqueza em biodiversidade tem sempre levado ao equívoco de pensar que a biodiversidade é abundante e inesgotável. A verdade é diferente.  Estatísticas alarmantes mostram que entre 10 a 15% das espécies de plantas poderão estar extintas até o ano de 2050. Cerca de 23% das espécies de mamíferos, 12% das espécies de pássaros e 32% das espécies anfíbias estão, neste momento, ameaçadas de extinção.

libelula
Libelula

O menor dos cantos, mesmo em áreas urbanas, pode ser transformado em uma área de conservação ou Zona 5, que será refúgio seguro para animais, aves e insetos. Para criar tais áreas você deve estabelecer locais para alimento, água, habitat e um espaço seguro para os animais criarem seus filhotes.

O segredo é um habitat ecologicamente equilibrado. As plantas com sementes grandes, como os girassóis e frutíferas são ideais. Experimente ervas como calêndula, lavanda, manjerona, sálvia e tomilho, que dão flores perfumadas e atraem insetos.

Os pássaros desempenham um papel importante em todo o ecossistema. Eles transferem sementes e adubam a terra, além de controlar a população de insetos. Rudolf Steiner, o pai da Agricultura Biodinâmica, afirma que quando os pássaros produzem vibrações batendo as asas e cantando ocorre um efeito poderoso na floração e frutificação das plantas.

Quando planejar uma Zona 5 lembre-se de atrair os pássaros. Adicione água em tanques, açudes, vasos e potes para ninhos, e mantenha os gatos longe! Os pássaros trazem música e colorido, além de uma sensação de paz e beleza no jardim.

A água é a força da vida, por isso é importante colocá-la de alguma forma em sua área selvagem. A água serve para as aves beberem e para os sapos desovarem sem perigo. Acrescente plantas submersas, flutuantes e marginais.

Você vai inevitavelmente encontrar grupos e indivíduos que querem plantar somente as espécies nativas. Apesar de ser preferível plantar espécies nativas, espécies não nativas definitivamente têm um papel importante quando as condições locais não permitem o crescimento saudável de espécies nativas, como, por exemplo, ambientes urbanos muito agressivos.

nature-ecocentro
Urutau

Para ajudá-lo a decidir entre plantar espécies nativas ou espécies não nativas, onde você encontrar condições difíceis para o plantio no seu terreno, pergunte-se se não é melhor uma planta não nativa que se desenvolve, mas que não seja invasora, ou uma planta nativa que não cresce bem? Algumas espécies não nativas suportam melhor superfícies duras e a seca do que as plantas nativas. Particularmente em áreas urbanas, as condições ambientais não se parecem em nada com as do habitat original.

78366759 Ecocentro IPEC 2012

Proxima PDC no Ecocentro IPEC!

pdc-3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s