O Plástico é Fantástico – Mesmo?

Os sacos de plástico, tão efêmeros que são ao participar de nossas vidas nos minutos entre as compras e a chegada em casa, transformam-se em uma imensa quantidade de resíduo tóxico.

Já fizeram parte do chamado “sonho” do consumidor.  Os sacos plásticos são leves, relativamente fortes, resistentes e descartáveis. Percebemos agora que tais benefícios representam um pesadelo para as gerações futuras.

A cada minuto que passa são usados um milhão de sacos de plástico pelo mundo a fora! Mais de um bilhão ao dia!

plastic bags A energia do petróleo contido em apenas 9 sacos de supermercado daria para movimentar um carro ao longo de um quilômetro.
A produção de sacos de plástico a partir destas fontes não renováveis traduz-se também na emissão de gases cuja presença na atmosfera contribui para o aquecimento global. A incineração dos mesmos sacos (comum em muitos países) agrava ainda mais o cenário, já que dela resulta a emissão de mais gases tóxicos, dioxinas e metais pesados.  E já estamos avisados de que estas mudanças climáticas terão um impacto dramático na vida e na saúde dos seres humanos.

man cleaning beach
Limpeza de praias de sacos de plástico.

Os sacos de plástico são capazes de percorrer longas distâncias levados pelo vento e pela água, pois são muito leves e resistentes a umidade. Estima-se que existam aproximadamente 46,000 objetos de plástico flutuando em cada metro quadrado dos oceanos da terra. Estes mesmos objetos efêmeros, de utilidade questionável, são responsáveis pela morte de 1 milhão de aves marinhas, cem mil mamíferos marinhos e incontáveis peixes a cada ano que passa. A existência de sacos e restos de plástico no aparelho digestivo de grande parte dos animais marinhos capturados, socorridos ou mortos é prova de quão pernicioso pode ser este simples objeto.

Muitos destes animais morrem por confundir os sacos plásticos à deriva com medusas das quais se alimentam.

A afirmação “eu reciclo os meus sacos plásticos como sacos de lixo” é tão comum quanto errada. Além de não representar “reciclagem”, o fato contribui para acumular na superfície da Terra outros resíduos que poderiam ser talvez reciclados, mas acabam em “lixões” ou aterros, ocupando mais espaço e nunca chegando a desaparecer. O que fazer?

A solução é simples! Diga não aos sacos plásticos. É faça sua própria sacola!

Plastico x Tecido O uso de sacolas plásticas está sendo abandonado em muitas cidades progressistas. Em colaboração entre comerciantes, governos e consumidores as sacolas estão voltando a usar materiais duráveis, reutilizáveis e cheios de estilo! Está aí uma forma simples e efetiva de mudar o mundo para melhor através da mudança de hábitos enraizados.

por Lucia Legan

 

main logo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s